quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

5 novos planetas descobertos

O telescópio Kepler, da Nasa, detectou pela primeira vez desde que entrou em operação cinco planetas fora do nosso Sistema Solar. O tamanho dos planetas varia de um raio quatro vezes maior do que o da Terra até planetas muito maiores do que Júpiter, o maior planeta do Sistema Solar.

O telescópio, que foi lançado no ano passado para procurar planetas com características semelhantes às da Terra, fez as descobertas poucas semanas depois de entrar em funcionamento.

A agência espacial americana afirma que as descobertas mostram que o telescópio está funcionando bem e tem alta sensibilidade.

Os novos planetas receberam os nomes Kepler 4b, 5b, 6b, 7b e 8b e foram anunciados em um encontro da Sociedade Astronômica Americana (AAS, na sigla em inglês), em Washington, a capital dos Estados Unidos.

Todos os planetas circulam muito proximamente às suas estrelas principais - seu sol - seguindo órbitas que variam ente 3.2 até 4.9 dias.

Esta proximidade e o fato de suas estrelas principais serem muito mais quentes do que o nosso sol significa que os novos planetas tem temperaturas extremamente elevadas, estimadas entre 1.200ºC e 1.650º C.

Densidade intrigante

"Os planetas encontrados são todos mais quentes do que lava derretida; eles simplesmente brilham de tão quentes", disse Bill Borucki, o cientista da Nasa que lidera a missão do Kepler no centro de pesquisas Ames, em Moffett Field, Califórnia.

"De fato, os dois maiores são mais quentes do que ferro fundido e olhar para eles é como olhar para uma fornalha. Eles são muito brilhantes por si só e, certamente, não são lugares para procurarmos vida."

O Kepler 7b vai intrigar muitos cientistas. Este é um dos planetas de mais baixa densidade já encontrado fora do sistema solar (cerca de 0,17 gramas por centímetro cúbico) já descoberto.

Segundo Borucki, a densidade média deste planeta é equivalente a do isopor, e os cientistas devem se deliciar em estudá-la para tentar entender sua estrutura.

O Kepler foi lançado da estação espacial de Cabo Canaveral em 6 de março do ano passado. Ele está equipado com a maior câmera já lançada ao espaço.

A missão do telescópio é observar mais de 100 mil estrelas de forma contínua e simultânea.

Ele percebe a presença de planetas ao observar variações de sombra quando um desses planetas passa em frente ao seu sol.

'Mundos de água'

Os detectores do Kepler têm sensibilidade extraordinária - segundo a Nasa, se o telescópio fosse voltado para uma pequena cidade na Terra, à noite, seria capaz de detectar a luz automática na entrada de uma casa quando alguém passa por ela.

A Nasa espera que tamanha sensibilidade leve à descoberta de planetas não apenas de tamanho semelhante ao da Terra, mas que orbitem em torno de seus sóis a uma distância mais favorável à existência de vida, onde haja também potencial existência de água em sua superfície.

Os cientistas da missão disseram no encontro da AAS que o Kepler mediu a existência de centenas de possíveis planetas, mas são necessárias mais investigações para estabelecer sua real natureza.

Os cientistas advertiram ainda que podem se passar anos até que seja confirmada a existência de planetas semelhantes à Terra, mas enquanto isso, as descobertas do Kepler vão ajudá-los a melhorar suas estatísticas sobre as distribuições dos tamanhos dos planetas e períodos de órbita.

FONTE : Clique Aqui

25 comentários:

  1. legal temperaturas extremamente elevadas, estimadas entre 1.200ºC e 1.650º C.
    como vivem ai em

    ResponderExcluir
  2. massa curti ,vlw ..........

    ResponderExcluir
  3. com temperatura tão eelevada e quase improvável que exista vida.

    ResponderExcluir
  4. É Imposivel existir vida nesse planeta !
    1.200 ºC e 1.650 ºC é muito !
    Tenho só 12 Anos e Fiquei impresionado com a temperatura !,Desse Jeito o planeta pode até derreter !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. também tenho doze anos e sei que a massa de um planeta em órbita pode ter até 5.000 °C claro nesse caso o planeta 7b iria derreter e virar uma massa cósmica mas os outros só iriam parecer como estrelas pelo seu calor e claridade

      Excluir
  5. muito grande e quente nossa!

    ResponderExcluir
  6. Talvez não seja totalmente impossivel ter vida nesses planetas,talvez seres possibilitados nessa temperatura.Eu posso estar errado.

    ResponderExcluir
  7. isso e verdade pode ter realmente vida nesses planetas ou en outros planetas nao vida enteligente mas micro organismos

    ResponderExcluir
  8. Só iremos poder viver ai quando alguém inventar uma armadura que resista 1.650°c.

    Isso vai ser mais ou menos no ano de 4500.

    ResponderExcluir
  9. muito legal .. adorei sou linda @@

    ResponderExcluir
  10. put's e gelado demais.vamo botar fogo.

    ResponderExcluir
  11. você não ver que isso tudo mentira deles

    ResponderExcluir
  12. eu acho que eles isagerado di mais nao

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho incrivel, e não duvido de nada que tenha no universo. nosso planeta já não é a prova suficiente de coisa incrivel que temos. por que não pode haver outros tão surpreedente?

      Excluir
  13. o nosso planeta e o mais incrivel de todos pois nos morramos neles eu acredito que exista vida em outros planetas pq Deus nao iria fazer o universo inteiro so para nos

    ResponderExcluir
  14. Se existir vida nesses planetas com temperatura extrema...deve ser uns monstrinhos de fogo! :P

    ResponderExcluir
  15. AMO ASTRONOMIA E ACHO UM MAXIMO,TENHO DEZ ANOS MAS JA CEI MUITO SOBRE PLANETAS VIVO PESQUISANDO SOBRE ISSO

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas o português não né!

      Excluir
    2. Tenho 11 anos e sou completamente apaixonada por astronomia eu amo estudar sobre isso e o meu sonho!!

      Excluir
  16. se os planetas nao tem capacidade de sustentar vida,porque perder tempo para estuda-los.Ao inves de tentarem encontrar um que realmente vá-la pena ser estudado.nao,que nao seja uma grande descoberta,mas um planeta com 1200cº,ou mais, nao serve para nos em nada.Porque nao tornar publico o que realmente se descobre que e direito de todos terem conhecimento.afinal ninguem vai sair da terra para discutir com nenhum marciano mesmo.

    ResponderExcluir